Vereadores apontam descaso do Governo com ESF da Frontreira


27/08/2019 14h08 • atualizado 27/08/2019 14h17

Situação vem sido alertada pelo vereador Marcel Silvano e ganhou reforço de outros parlamentares que também visitaram a unidade de saúde

Foi aprovada nessa terça-feira, 27, na Câmara de Macaé, a indicação nº 1688/2019, de autoria do vereador Marcel Silvano, em que solicita a reforma da sala de atendimento do posto de Estratégia de Saúde da Família (ESF) da Fronteira, cujo teto desabou após fortes chuvas há meses.

A demanda foi apontada por servidores durante a visita do vereador Marcel à unidade, em junho deste ano. O posto, que é dividido em duas unidades: Fronteira A, com 4.700 referenciados e Fronteira B, com 5 mil, teve sua capacidade de atendimento reduzida em 50% por conta da interdição da sala, onde era realizado o atendimento ginecológico, segundo explica o parlamentar.

Outros vereadores, como Marcio Bitencourt, Cristiano Gelinho, Luciano Diniz e Maxwell Vaz também visitaram a unidade, segundo relatou os servidores ao vereador Marcel. Os parlamentares confirmaram a informação e também declararam que de fato é crítica e preocupante a situação no local.

“É de indignar quando vamos visitar a unidade. A situação é terrível, de abandono e inaceitável. Estamos falando de saúde pública, de atenção básica, prevenção e no final das contas continua daquele jeito. Então peço aos vereadores, inclusive os que também estiveram lá, ajude a cobrar da Secretaria de Saúde a manutenção daquele espaço, para garantir às pessoas condições melhores do serviço público”, disse Marcel.

Durante o debate, o vereador Luciano Diniz disse que recebeu a informação de que uma equipe de manutenção, que tem atuado em outras unidades, está previsto atender em breve a unidade da Fronteira. Diante disso, Marcel questionou se esta informação era promessa e garantia do Governo ou apenas uma expectativa do próprio vereador.

Segundo Marcel, a situação crítica da unidade da Fronteira vai muito além do reparo na sala que o teto desabou. Outras demandas importantes para um bom atendimento da unidade vêm sendo solicitadas pelos servidores há anos e desde junho o seu mandato tem feito esse alerta na Câmara.
“Como disseram que iriam e foram na unidade da Nova Esperança e corrigiu 99% do que estava pendente, e como está corrigindo Holanda, acho que podemos confiar na palavra do secretário”, afirmou Luciano Diniz.

Marcel concluiu dizendo que continuará acompanhando a situação e cobrando que as medidas sejam tomadas.

Mais conteúdo sobre:
NotíciasO dia na câmara
Vereador Marcel Silvano - Informação obtida em http://marcelsilvano.com.br/noticias/vereadores-apontam-descaso-do-governo-com-esf-da-frontreira/