Marcel Silvano leva prefeito Aluízio para solucionar problema da FeMASS


25/04/2013 17h05 • atualizado 22/05/2013 23h01

Dr. Aluízio Funemac Panoramica - Rogério Peccioli

O vereador Marcel Silvano (PT) articulou na noite desta quinta-feira, 25 de abril, um diálogo entre professores e alunos da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos (FeMASS) com o prefeito Dr. Aluízio Junior (PV), a fim de solucionar o problema relacionado ao atraso de três meses de pagamento do salário do corpo docente.

Como resposta, o prefeito anunciou que o pagamento será efetuado na próxima quinta-feira. A reunião aconteceu na Cidade Universitária, quando os alunos reunidos manifestavam-se sensibilizados com a situação dos professores e ao mesmo tempo preocupados com a possibilidade de greve, que atrasaria o fechamento do semestre e realização de provas.

A reunião deu-se após uma semana de negociações. Convidado pelos próprios professores e alunos, que se manifestaram por meio de redes sociais, telefonemas e pessoalmente, o vereador Marcel Silvano levou o prefeito até a instituição, onde pode esclarecer os motivos que levaram o atraso e juntos buscarem uma solução rápida para o problema.

“Sensibilizei-me com as reivindicações e num comprometimento com o governo promovemos este encontro para uma solução rápida. Acompanhei de perto as negociações para atender os professores e garantir que os alunos continuem tendo suas aulas. O prefeito está esforçando-se para resolver com a maior agilidade, mas dentro da legalidade e do que é possível”, disse Marcel.

Segundo Aluízio, a forma de pagamento efetuada aos professores da FeMASS, que se dava por meio de bolsas universalizadas nos últimos 12 anos, foi apontada como irregular na auditoria realizada pela prefeitura nesses primeiros dias de governo e, segundo ele, uma vez identificada a não conformidade, ela não pode permanecer.

O prefeito informou que, havendo concordância de todos os professores, o governo fará um contrato, que já está moldado, e que será levado ao Ministério Público nesta terça-feira (30), garantindo a transparência para que não haja surpresas negativas. O pagamento está agendado para quinta-feira e a segunda medida do governo será elaborar o concurso público para os professores da FeMASS, garantindo a institucionalização da faculdade municipal.

“Todo corpo de professores não pode ser remunerado exclusivamente por bolsas e se sendo isso apontado pela auditoria, precisamos a partir de agora dar outro destino. Não há nenhuma dificuldade em pagar e sequer há falta de interesse governo em efetuar o pagamento. Precisamos primeiramente resolver essa situação contratando esses professores e depois realizar o concurso público, fomentando a FeMASS para que ela seja a melhor faculdade neste modelo no País, seguindo o objetivo de transformar essa instituição em um grande polo formador de conhecimento”, garantiu o prefeito.

Ao lado do presidente da Fundação Educacional de Macaé (Funemac), Alexandre de Azevedo e da diretoria da FeMASS, Marcel Silvano e Aluizio ouviram dos alunos outras demandas da instituição, como necessidade de manutenção e reforma da estrutura do prédio, falta de laboratórios, equipamentos e livros, licitação da cantina e organização e segurança no estacionamento. O prefeito reconheceu que os problemas faculdade não se resumem apenas na atual forma de pagamento dos professores e se colocou a disposição para se reunir mensalmente para conhecer detalhadamente cada situação e solucionar com agilidade aquilo que for urgente e prioritário.

 

FOTO: Rogerio Peccioli

Mais conteúdo sobre:
Notícias
Vereador Marcel Silvano - Informação obtida em http://marcelsilvano.com.br/noticias/marcel-silvano-leva-prefeito-aluizio-para-solucionar-problema-da-femass/