Escola Olga Benário ganha sala de cultura

Durante inauguração do espaço que homenageia a professora Ieda Moraes, o vereador Marcel Silvano ressaltou que violência e exclusão se combatem com Educação e Cultura

A Escola Municipal Olga Benário, localizada no bairro São José do Barreto, se destaca mais uma vez com iniciativas que dão exemplo na Educação. A unidade inaugurou nesta quinta-feira, 1º, a Sala de Cultura Ieda Moraes.

O vereador Marcel Silvano Marcou presença na inauguração e ressaltou que violência e exclusão se combatem com investimentos na Cultura e Educação, principalmente quando se tratam de espaços que envolvem crianças e juventude.

“Inaugurar um espaço que integra a educação com a cultura, dialoga com a realidade que estamos vivendo, tempos difíceis em que vimos o discurso do mais fácil tomar o lugar daquela tarefa mais simbólica que é educar para cidadania, para paz, fraternidade, tolerância e com escolas adequadas para isso. O caos que tomou conta de Macaé semanas atrás, com a violência, por exemplo, não pode está desligado dessa discussão de hoje, tem que ser enfrentado com cultura e escola”, ressaltou Marcel.

Segundo o diretor da escola Márcio Fidelis, a sala tem por finalidade atender os mais de 500 alunos, por meio de atividades pedagógicas ligadas à cultura e atrelados aos conteúdos trabalhados em sala de aula. Biblioteca, videoteca e informática são apenas algumas das atividades realizadas, somadas ao teatro, sarau e apresentações de dança.

A iniciativa partiu da reivindicação dos mais de 40 professores da escola e, inclusive, representa idealizações da própria professora homenageada, Ieda, que era uma grande defensora de ações como esta na Educação. A sala recebeu, além do kit multimídia, vários títulos variados de literatura que faziam parte do acervo pessoal de Ieda Moraes, que faleceu em 2015, período em que atuou na escola.