Foto: Thiago Ferreira

Bancada governista rejeita convocação de procurador delatado na Lava Jato


25/04/2017 10h04 • atualizado 25/04/2017 10h05

Requerimento do vereador Marcel Silvano, líder da oposição, convocaria procurador especial de Licitações, Contratos e Convênios, Jean Vieira de Lima, para prestar esclarecimentos

Unida aos vereadores que se intitulam “independentes”, numa postura nada transparente, a bancada do Governo, blinda procurador especial de Licitações, Contratos e Convênios de Macaé, Jean Vieira de Lima, delatado no caso Odebrecth, na operação Lava Jato, rejeitando por 10 votos a seis, o requerimento 501/2017, de autoria de Marcel Silvano, que é líder da bancada oposicionista, votado na sessão extraordinária, realizada nesta segunda-feira, 24.

Foto: Thiago Ferreira

Foto: Thiago Ferreira

A bancada, por meio da liderança do governo, Márcio Bittencourt, justificou que a convocação do procurador não faria sentido, tendo em vista que ele está sobre investigação na Justiça Federal, não havendo necessidade de “expor a vida pessoal” do convocado.

Em apoio à iniciativa do vereador Marcel, o presidente da Casa, Eduardo Cardoso, disse que a rejeição do requerimento não procedia, uma vez que na votação anterior, nesta mesma sessão, o plenário aprovou o requerimento para convocação de outro secretário para prestar esclarecimentos sobre outro assunto.

Para Marcel, o que não faz sentido e é um desrespeito à Câmara, o atual prefeito, Dr. Aluizio, também delatado nesta mesma operação, não prestar esclarecimentos à Casa, mas recorrer à grande mídia, num horário nobre, para expor sua posição. Criticou ainda, a postura de alguns vereadores que se dizem “independentes”, mas que votaram a favor do governo, além de terem se eleito numa chapa de oposição nas eleições.

“Quando chegam projetos que incomodam o governo nem a postura de ser ceder ‘a parte’ nos dão. Aqui o debate precisa ser franco, aberto e respeitoso. Ninguém está condenando e não estamos pedindo a condenação. Este é um importante espaço para ele juntar à defesa. Ninguém está aqui para acusar de maneira irresponsável. A população está apreensiva, preocupada e atenta a tudo que ta acontecendo no cenário nacional”, defendeu Marcel.

A convocação, segundo o requerimento, é para esclarecimentos sobre as delações do Sr. Renato Medeiros, Diretor Regional da Odebrecht, as quais circulam na grande mídia, de repercussão nacional, e nas ações que investigam doações irregulares da empresa Odebrecht com políticos macaenses.

Mais conteúdo sobre:
NotíciasO dia na câmara
Vereador Marcel Silvano - Informação obtida em http://marcelsilvano.com.br/noticias/bancada-governista-rejeita-convocacao-de-procurador-delatado-na-lava-jato/