Atuação da Odebrecht é novamente criticada na Câmara

Em debate sobre construção de rede de esgoto, o vereador Marcel Silvano destacou o descaso e os danos causados e não sanados pela empresa nas obras

O Requerimento 565/2017, de autoria do vereador Maxwell Vaz, aprovado nesta quarta-feira, 17 e que trata da necessidade de educação ambiental junto à população e para que se faça a ligação de esgoto da Granja dos Cavaleiros, foi o “start” para novas críticas em relação a empresa responsável pelas obras, a Odebrecht Ambiental.

Protegido por Direitos Autorais. (Copyrighted Rogério Peccioli)

O requerimento diz que na visita técnica feita pela Comissão de Meio Ambiente, Proteção dos Animais e Saneamento Básico, foi constatada que a rede de esgoto encontra-se pronta, porém a população não faz a ligação devida. Nessa discussão, foi ressaltado que há moradores que não possuem condições de arcar com as despesas para essa ligação, principalmente num momento de crise. A sugestão apontada por alguns parlamentares, é que seja feita alguma parceria com a empresa e prefeitura, para que esta ligação seja efetuada.

Entretanto, o vereador Marcel, que acompanha de perto a angústia dos moradores dessa localidade, diz que a irresponsabilidade maior é da empresa, que quer culpar o morador, sendo que ela mesma causou muitos danos que podem ser vistos até hoje.

“Se você andar na rua Netuno, da praça que vai até a alameda da lagoa, é um absurdo. Ali tem uma elevatória, se não me engano, que toda semana afunda mais e nem carro passa por ali de maneira adequada. Há sinalizações da Odebrecht, que fez uma verdadeira balburdia no bairro que já sente sintomas de abandono do governo há muito tempo”, ressaltou Marcel.

Marcel denuncia ainda, a falta de compostura da empresa. “Acompanhei bem de perto como foram as ações da Odebrecht, em especial do Novo Cavaleiros. Na verdade foi feito de forma autoritária, sem diálogo concreto, os engenheiros foram arrogantes, mal educados e o pior é que nessa postura toda, deveriam ter entregue uma obra extremamente perfeita”, pontuou o vereador.

O parlamentar frisa que a população está desacreditada e que é preciso uma fiscalização na atuação dessa empresa, o que não ocorre desde o mandato passado. “Vai ter propaganda, mas a efetividade não vai acontecer. Vai continuar com esgoto jogado, com problemas. É necessário que o Governo faça o processo de educação ambiental e chame a Odebrecht à responsabilidade”, concluiu Marcel.